terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Atores de 'Top Model' que já Morreram



Amar o perdido
deixa confundido
este coração.

Nada pode o olvido
contra o sem sentido
apelo do Não.

As coisas tangíveis
tornam-se insensíveis
à palma da mão

Mas as coisas findas
muito mais que lindas,
essas ficarão

Carlos Drummond De Andade


******************************************************


Chiquinho Brandão *Grilo
(Jau, em São Paulo em 20/04/1952 - Rio de Janeiro em 04/06/1991).


Chiquinho Brandão faleceu no auge de sua carreira no Rio de Janeiro em 4 de junho de 1991, em um acidente automobilístico na Lagoa Rodrigo de Freitas. Na época do acidente ele estava gravando a minissérie "O Sorriso do Lagarto", e teve que ser substituído por Stephan Nercessian que era seu primo na vida real.

Hoje no Teatro Casa da Gávea, no Rio de Janeiro, há uma sala em sua homenagem, a "Sala Chiquinho Brandão".




Luiz Carlos Arutin *Silas
(Barretos, São Paulo em 19/01/1933 - Rio de Janeiro em 10/01/1996)
Morreu vítima de asfixia causada por um incêndio ocorrido no apartamento onde morava com a mulher, e o filho mais novo, em Jacarepaguá. O fogo, segundo vizinhos, foi provocado por uma vela acesa no quarto do rapaz. As chamas se espalharam rapidamente por causa da parede revestida de isopor e carpete, usados como isolamento acústico pelo filho do ator, que toca bateria.




Miguel Magno *Marvin Gaye
(São Paulo, 28 de março de 1951-São Paulo, 17 de agosto de 2009)
O ator morreu no dia 17 de agosto de 2009, em decorrência de um câncer generalizado, aos 58 anos de idade.



Felipe Carone *Baby Donattio(São Paulo em 25/07/1920 - Rio de Janeiro em 27/03/1995).
O artista faleceu aos 74 anos. Pouco antes de morrer, ele estava em cartaz no Rio de Janeiro com a peça “Além da Vida”, baseada em livro de Chico Xavier.


Fábio Pillar *Wanderley
(Rio de Janeiro em 1960 - Rio de Janeiro em 14/07/2010)

Fábio Pillar morreu aos 50 anos na madrugada de 14 de julho de 2010, no Hospital Doutor Badim, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. O enterro do artista aconteceu no mesmo dia, no cemitério São João Batista, localizado no bairro de Botafogo.

Segundo a família, Fábio Pillar vinha vinha lutando contra um câncer e foi vítima, poucos antes dias do falecimento, de uma isquemia cerebral que provocou sua morte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário