sexta-feira, 24 de junho de 2011

Abertura e Artigo da novela 'Barriga de Aluguel'




Barriga de Aluguel foi uma telenovela escrita por Glória Perez, produzida e exibida no horário das 18 horas pela Rede Globo entre 20 de agosto de 1990 e 1º de junho de 1991, contou com 243 capítulos.
O tema central do folhetim era a barriga-de-aluguel, expressão popular para a maternidade de substituição.



Sinopse


O casal Ana e Zeca deseja muito ter um filho. Depois de várias tentativas frustradas de engravidar, Ana recebe do Dr. Álvaro Barone, um renomado médico, uma triste noticia: ela não pode ter filhos. Dr. Barone, então, diz ao casal que há uma maneira de realizar esse sonho: contratar uma barriga de aluguel. Em troca de 20 mil dólares, a jovem Clara aceita emprestar seu útero para a experiência. Só que, durante a gestação, Clara é tomada pelo sentimento da maternidade e, após um complicado parto que a deixa estéril, Clara se recusa a entregar a criança, fugindo com o bebê. Tem início, então, uma batalha na justiça pela guarda do menino. Ana afirma que é a mãe, argumentando, em seu favor, a herança genética, uma vez que o óvulo era seu e o espermatozóide era de seu marido, e que Clara apenas emprestou a barriga. Já Clara diz que ela é a mãe do bebê, pois ele foi gerado em sua barriga e foi ela quem deu à luz.


E a pergunta que causou discussões pelo Brasil inteiro, durante os nove meses de exibição da telenovela, foi qual das duas deve ficar com o bebê, Ana ou Clara?


O Final


Para definir de maneira correta quem ficaria com a criança, Glória Perez pediu a três juizes que dessem sentenças e deixassem brechas nas sentenças, assim ela poderia colocar no roteiro de forma crível. O processo ocorria em três instâncias, assim como na vida real.


Na primeira instância, Clara ganha a guarda do bebê. Ana recorre, e o Superior Tribunal de Justiça decide que ela é a mãe biológica da criança e deveria ficar com a criança. No terceiro julgamento, a novela termina sem mostrar a sentença, deixando o telespectador sem a resposta. Na cena final, as duas mães estão de mãos dadas com o filho, decididas a encontrar uma solução para a situação, independentemente da decisão final da Justiça.


Elenco
Cláudia Abreu - Clara Ribeiro
Cássia Kiss - Ana Paranhos de Alencar
Victor Fasano - Zeca Alencar
Mário Lago - Dr. Molina
Beatriz Segall - Miss Brown, Miss Penélope Brown
Humberto Martins - João dos Santos
Renée de Vielmond - Aída Barone
Adriano Reys - Álvaro Barone
Leonardo Villar - Ezequiel Ribeiro
Eri Johnson - Lulu
Jairo Mattos - Tadeu Junqueira Lima
Lúcia Alves - Moema
Wolf Maya - Paulo César
Denise Fraga - Ritinha
Lady Francisco - Yara
Nicole Puzzi - Luísa Cóler
Tereza Seiblitz - Laura Baroni
Sura Berditchevsky - Raquel Ribeiro
Sônia Guedes - Ambrosina
Vera Holtz - Dos Anjos
Francisco Milani - Chiquinho/Ramon/Dartagnan/Salgado
Anilza Leoni - Edith
Regina Restelli - Rosa Aimeé
Daniela Perez - Clô
Paulo César Grande - Dudu
Carla Daniel - Cissa
Carlos Kroeber - Ramiro
Ilka Soares - Mimi
Emiliano Queiroz - Dr. Barroso
Tácito Rocha - Garcez
Victor Branco - Jonas
Mariane Egbert - Drica
Vanessa Barum - Leninha
Marcelo Saback - Duarte
Alessandra Aguiar - Tita
Mary Daniel - Vovó Lola
Vânia de Brito - Dina
Renato Rabello - Pitty
Caio Junqueira - Tatau
Cyinthia Maranhão - Mariana
Paulo Leite - Fernando
Chico Tenreiro - Antônio
Darcy de Souza - Leonora
Pedro Bellini - Jeremias
Leonardo Serrano - Marcelinho
Duda Ribeiro - Ricky
Jonas Mello - Delegado José de Oliveira
Khristhel Bianco - Daise
Cacá Silva - Tomas
Cristina Bittencourt - Celinha
Ricardo Câmara - Serginho
Paula Burlamaqui - Paulinha
Tetê Vasconcellos - Cacá
Vera Paxie - Maria Alice
Mara Sandes - Leila
Fernanda Ferraz - Júlia
Antonio Viana - Bené
Júlia Miranda - Audenora
Rosana Fraga - Mirtes
Rosimar de Mello - Teresinha
Vanda Alves - Jussara
Dayse Tenório - Regina
Neuza Amaral - Juíza
Nelson Dantas - Psicanalista
Ivan Mesquita - Juiz
Moacyr Deriquem - Juiz
Paulo Villaça
Ivon Cury
Newton Martins

Curiosidades


Inicialmente, a novela seria exibida no horário das 20h, devido a seu tema polêmico. Esteve prevista para substituir Roque Santeiro, em 1986, porém foi substituída por Selva de Pedra.Em 1989, foi novamente cotada para ir ao ar às 20h, sucedendo a O Salvador da Pátria, mas em vez disso, o vice-presidente das Organizações Globo, José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, suspendeu a produção da novela, pois alegou que queria acabar com os excessos dramáticos no horário.Em seu lugar, foi exibida a novela Tieta, que, mesmo assim, se consagrou como um dramalhão, que remetia ao sucesso de "Roque Santeiro"; novelas "das oito", cujo foco principal são temas polêmicos mais realistas.
Última novela de Ivon Cury e Paulo Villaça.

A novela reprisou no vale a pena ver de novo de 5 de Julho a 5 de Novembro de 1993, em 90 capítulos. Na Globo Portugal, a novela teve reprise a 6 de Setembro de 2010 a 19 de Março de 2011, em 168 capítulos.
Teve o título provisório: Novos Tempos.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário